Lauro de Freitas homenageia guardiões da religião de matriz africana

Lauro de Freitas homenageia guardies da religio de matriz africana

Em ato que será realizado no Centro de Referência da Cultura Afro-Brasileira, em Portão, 26 representantes dos povos de terreiro de Lauro de Freitas serão homenageados como Guardiões da Religião de Matriz Africana, nesta sexta-feira (11), pela Federação Nacional do Culto Afro-Brasileiro (FENACAB), com apoio da Prefeitura de Lauro de Freitas. Babalorixás e ogãs recebem ainda o certificado de Honra ao Mérito outorgado pela Faculdade Einstein (Facei). A homenagem terá início às 8h.

A reverência a esses homens é um reconhecimento ao importante legado em defesa da preservação material e imaterial da ancestralidade. “São símbolos de resistência da nossa cultura, das nossas tradições”, destaca Jadilson Lopes, presidente da Fenacab. Ele lembra ainda que por meio deles os povos de terreiro homenageiam todos os pais, cuja data é comemorada no domingo (13).

Lauro de Freitas recebe em sua cultura e manifestações forte influência das religiões de matriz africana. Seus pouco mais de 59 quilômetros quadrados abrigam cerca de 400 terreiros, 290 deles cadastrados na Fenacab, com alvará de funcionamento e autorizados pelo Código Brasileiro de Ocupação-CBO. Três deles são tombados pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural - São Jorge Filho da Goméia, Ilê Axé Ajagunã, Ilê Axé Opô Aganju.