Missa encerra festejos da emancipação de Lauro de Freitas

Missa encerra festejos da emancipao de Lauro de Freitas

Em comemoração à emancipação de Lauro Freitas, a Paróquia Santo Amaro de Ipitanga celebrou a tradicional missa pelos 55 anos da cidade,na manhã desta segunda-feira (31/7). O ato ecumênico faz parte dos festejos que aconteceram durante todo o final de semana, com manifestações culturais e shows. A celebração foi presidida pelo bispo auxiliar Dom Estevam Santos.

A prefeita Moema Gramacho destacou que a festa serviu para mostrar ainda mais a força do povo, que foi às ruas festejar o aniversário da cidade. "É mais uma vez a participação popular retornando ao município de Lauro de Freitas. Nas nossas duas gestões investimos muito para que o povo decidisse as coisas e nessa manifestação pelos 55 anos vimos as pessoas na rua com o cortejo cívico, político e hoje vimos o povo na missa", contou.

Moema entregou nas mãos do padre Juracy Gomes uma declaração da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), que autoriza a retomada das obras da estrada do Quingoma, com investimentos em torno dos R$3,1 milhões, captados pela prefeita na sua gestão anterior. “Todo ano Padre Juracy cobrava essa estrada”. A obra foi iniciada em 2011, mas está parada desde 2012.

A prefeita também anunciou um novo projeto de reforma da secular igreja de Santo Amaro que está sendo encaminhado ao IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.  Construída no século XVII, a Igreja de Santo Amaro é um dos mais importantes monumentos da arquitetura religiosa do país, abrigando raridades como a barra de azulejos que são os mais extensos e bem conservados silhares encontrados na arquitetura luso-brasileira.

“Vamos aguardar a liberação do IPHAN, mas vamos fazendo o que não precisar de autorização”, afirmou a prefeita ao anunciar a iluminação cênica que deverá estar pronta até o Natal.

Representando o governador Rui Costa, o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Carlos Martins participou da missa e fez questão de destacar a afinidade entre o governo do estado e prefeitura de Lauro de Freitas, além da expectativa de ver a cidade voltar a crescer durante a gestão de Moema Gramacho.

“É uma festa belíssima em comemoração as 55 anos de Lauro de Freitas, que é uma cidade importante do nosso estado e eu trago as felicitações e abraços do governador Rui Costa. Esperamos que a prefeita consiga reconstruir essa cidade fazendo o trabalho que sempre fez, olhando para os mais pobres, buscando mais saúde, segurança, educação e alegria."

Atuando há seis anos como pároco da Matriz de Santo Amaro de Ipitanga, o padre Juracy Gomes revela a importância em manter a religiosidade viva dentro do município, e explica que é preciso ser grato pelas conquistas. "Não se vive uma civilização sem uma divindade. A religião é realmente uma mola que nos coloca para frente, e temos que nesse dia de hoje não só agradecer".

Ao final da missa, a população cantou parabéns à cidade acompanhada por uma bandinha de sopro. Um bolo de 2 metros de comprimento foi repartido entre os presentes.

Cultura e fé na festa da emancipação

A missa solene encerrou três dias de festa aberta no sábado com cortejo cultural que reuniu 32 escolas e 33 grupos culturais. O espetáculo, que lotou as ruas do centro, mostrou toda a riqueza das manifestações culturais do município, sua história, seu povo e trajetória política, da origem com os jesuítas em 1550, passando pela emancipação política em 1962 até os dias atuais como uma das cidades mais junjantes.

Ainda no sábado e domingo, a praça da Matriz recebeu artistas locais como Naty Bahia, Mil Verões, Banda Zirig, Banda Samba do Pretinho, Davi Santana, fechando com a cantora Margareth Menezes, na noite de domingo.