Prefeita apresenta metas e confirma eleição para diretores na Jornada Pedagógica

Prefeita apresenta metas e confirma eleio para diretores na Jornada Pedaggica

Com palestra de um dos mais conceituados educadores da atualidade, o sociólogo Miguel Arroyo, a Prefeitura de Lauro de Freitas abriu nesta segunda-feira (5) a Jornada Pedagógica (CPJ) para debater com a comunidade educacional do município os desafios do ano letivo de 2018. Antes da palestra de abertura, a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, destacou os avanços e metas para este ano. "Finalizamos os processos de licitação para o fardamento escolar e reforma das unidades escolares. Até o final deste mandato, a meta é implantar uma creche em cada bairro e retomar as eleições diretas para diretores e vices".

Com o tema "Por uma educação socialmente igual, humanamente diversa em uma Cidade Educadora", de acordo com o secretário municipal de Educação (Semed), Paulo Gabriel Nacif, a proposta da Jornada Pedagógica este ano é inovadora e contempla pleitos da categoria, com ampliação da oferta de oficinas e mesas de discussão. "Nós preparamos um cronograma com a presença do professor do gabarito de Miguel Arroyo, que é requisitado pelo mundo inteiro, debates entre os educadores e Semed e também atividades nas escolas", destacou.

Educação popular

Autor de livros que servem de inspiração e fonte de conhecimento para professores do mundo todo, Arroyo defendeu a tese de que "a educação se faz na interação entre professores e professores, alunos e alunos e professores e estudantes". As ideias do catedrático são relacionadas à educação popular, educação básica, gestão escolar e currículo.

Para uma plateia atenta o catedrático da Universidade Federal de Minas Gerais, doutor em Educação, apresentou o real sentido da Jornada Pedagógica, os desafios para a escola pública no Brasil e relatos de sua experiência pessoal a frente da Secretaria de Educação em Belo Horizonte (MG).

Para ele, a Jornada é o momento em que os docentes colocam o que está sendo feito e o que deve ser realizado, além de ser um tempo de formação continuada. "É o momento de estudo, qualificação e troca de experiências no próprio trabalho", acrescentou.

A Jornada Pedagógica abre o ano letivo em Lauro de Freitas. As atividades seguem nesta terça-feira (6), nos três turnos, com oficinas e mesas de discussões no Colégio 2 de Julho na Itinga. A Semed estima que mais de mil docentes participem da ação que seguirá até quarta-feira (7), nas unidades escolares.