Credenciamento cultural mobiliza artistas de Lauro de Freitas

Por:Laerte Santana
Credenciamento cultural mobiliza artistas de Lauro de Freitas09/01/2019 19:00 Foto:Lucas Lins

Superou todas as expectativas a busca de grupos culturais, artistas e bandas pelo credenciamento iniciado esta semana em Lauro de Freitas. Iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (SECULT), a 2º Jornada Cultural “Novos Caminhos para a cultura de Lauro de Freitas”, que inclui o credenciamento, orienta sobre os procedimentos de contratação, normas, técnicas e estruturação de coletivos e associações, além de mapear de forma demográfica os dados e informações gerais de artistas para futuras contratações culturais no biênio 2019/2020.

A Jornada foi realizada no bairro de Areia Branca, na segunda-feira (7), no Centro na terça (8) e nesta quarta-feira (9), em Itinga, onde os participantes formavam filas para se credenciar. “Produtores baianos dizem que Lauro de Freitas é o metro quadrado mais cultural da Bahia. A aceitação dessa jornada confirma esse dado”, avalia a assessora da Secult Zazá Souza, especialista em gestão pública, responsável pelas palestras de orientação.

Nesta quinta-feira (10) a Jornada será realizada na Escola Constantino Vieira, em Portão, a partir das 18h. Essa primeira etapa será encerrada com uma roda de conversa – Política Cultural e as Manifestações Culturais Tradicionais de Lauro de Freitas – com Geovan Banto, no dia 11/01, às 18h, no Centro de Referência da Cultura Afro-Brasileira, Portão.

“O momento do cadastro envolve todos os artistas em um censo cultural do município. É uma forma de valorização, assim a gestão poderá desenvolver políticas de acordo com a realidade local e os diversos segmentos artísticos”, ressaltou Manoel Carlos dos Santos, secretário de Cultura e Turismo. No último biênio, a gestão municipal contratou mais de 280 artistas, a fim de promover a cultura local.

Há 20 anos à frente da Zimbabwe, Rogério Noronha realizou o processo de cadastro e acredita que o credenciamento possa fortalecer a categoria. “Se manter enquanto artista não é fácil. Se pudermos encontrar mais oportunidades na nossa própria cidade, com certeza ganhamos mais força para conquistar outros espaços”, enfatizou o vocalista da banda de reggae.

No credenciamento, os artistas em geral participam de palestra, além de receber uma pasta portfólio com sumário de documentação necessária para contratação e participação de editais. Zazá Souza destaca que o foco é municiar os artistas sobre os seus deveres e obrigações. “Orientá-los, seja enquanto pessoa física ou jurídica, sobre as legislações que garantem direitos, como as nossas leis municipais. Queremos com isso, que todos estejam prontos para novos caminhos no cenário cultural, além do que o município pode oferecer” disse. A Secult publicará lista dos credenciados, que poderão ser convocados a prestarem serviços conforme a necessidade do município.

 

Segunda etapa da Jornada Cultural

Na segunda etapa da Jornada Cultural, os artistas, bandas e grupos culturais terão oportunidade de conhecer técnicas e procedimentos para elaboração de projetos culturais, com oferta de oficinas nas seguintes datas e escolas: (22/01) Edivaldo Boaventura - Areia Branca; (23/01) Ana Lúcia Magalhães - Centro; (24/01) Dois de Julho - Itinga; e (25/01) Constantino Vieira - Portão. A culminância da Jornada Cultural será realizada no dia 26/01, às 18h com cerimônia de certificação no Centro de Referência da Cultura Afro-Brasileira, Portão. Outras informações podem ser solicitadas pelo telefone: 3369-9296, ou no e-mail: diretoriacultura.secult@outlook.com.