Educadores de Lauro de Freitas iniciam capacitação para implantar Projeto Web TV na Escola

Por:Laerte Santana
Educadores de Lauro de Freitas iniciam capacitao para implantar Projeto Web TV na Escola05/04/2019 19:00 Foto:ASCOM - Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas

Expandir a produção de conteúdos audiovisuais na escola é uma das finalidades da Secretaria de Educação (Semed) com a implantação da primeira Web TV pedagógica na Rede Municipal de Ensino de Lauro de Freitas. Nesta sexta-feira (5), professores da Escola Eurides Santana, Itinga, iniciaram a etapa de formação sobre a ferramenta digital que vai contribuir com o processo de aprendizagem dos estudantes. A capacitação faz parte do projeto “Educom nas Escolas” e seguirá até o mês de junho.
No primeiro encontro os professores compreenderam a definição de uma Web TV e desenvolveram atividades como gerar conteúdo passo a passo. A formação, promovida pelo Núcleo de Educomunicação da Semed, será realizada a cada 15 dias, nos horários de atividades de coordenação da escola. Estudantes do 6º ao 9° ano também irão participar do processo de capacitação.
O educomunicador Luciano Oliveira, responsável pelo processo de formação, destaca que a implantação de uma Web TV no contexto escolar parte do desejo de alunos. “Com o desenvolvimento do projeto Educa 7 Minutos na rede municipal, percebemos a necessidade de ampliar as ferramentas audiovisuais nas escolas. Após a construção da Web TV dentro das atividades pedagógicas, iremos veicular as produções em uma plataforma de compartilhamento de vídeos”, explicou.
A Escola Municipal Eurides Santana servirá de modelo para que outras unidades também desenvolvam o projeto. A professora de geografia Marizete Cunha, ressalta que a utilização de técnicas multimídia é importante para estimular a criatividade dos estudantes. Segunda ela, o projeto de uma Web TV trará resultados significativos para a educação. Para implementar ações voltadas às ferramentas digitais, a Semed conta com a parceria do Instituto Anísio Teixeira - IAT.
A secretária de Educação, Vânia Galvão, reforça a necessidade de utilizar tecnologias no sentido de direcionar a criatividade dos alunos para a produção do conhecimento. “As áreas de intervenção da educomunicação são preponderantes para tais processos. Precisamos utilizar das plataformas digitais e da cultura local para o desenvolvimento da subjetividade e cognição de nossos educandos, colaborando para a formação de cidadãos mais críticos”, enfatizou.

Educom
Para fortalecer a produção de conteúdos pedagógicos que utilizam recursos e linguagens midiáticas e digitais, o Núcleo de Educomunicação vem desenvolvendo em unidades escolares o projeto “Educom nas Escolas”. A coordenadora do núcleo, Gabriella Santana, destaca que um dos objetivos é implementar centros educomunicativos nas unidades.
 “A ideia é atingir seis escolas da rede neste ano, além da Eurides e Pedro Paranhos que já estamos trabalhando”, disse. Na próxima semana, o Núcleo dará início à formação em “Gêneros Textuais e Hipermídia” para educadores da rede, na Escola Municipal Pedro Paranhos, no bairro de Portão.