Fórum debate inclusão de pessoas com deficiência nas escolas de Lauro de Freitas

Por:Rodrigo Castro
Frum debate incluso de pessoas com deficincia nas escolas de Lauro de Freitas05/09/2019 17:40 Foto:Edgard Copque

Realizado pelo Movimento Municipal de Luta da Pessoa com Deficiência de Lauro de Freitas (MMLPcDLF), no auditório da UNIME, o Fórum Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência iniciou suas atividades na quarta-feira (4) com a realização de debates e oficinas que contaram com a participação de profissionais de diversas áreas,  especialmente da educação e saúde. Esta é a quarta edição do encontro que acontece até esta sexta-feira (6), e conta com o apoio da Prefeitura Municipal.

Durante a solenidade de abertura, a presidente do Movimento, Josenita Luz Almeida, agradeceu a participação de todos e destacou projetos realizados como o “Brincando e Aprendendo”, que capacita pessoas com deficiência (PcD) para inclusão no mercado de trabalho, realizado em parceria com o SEBRAE, e o "Cuidando de Pais e Mães Especiais", que acolhe e orienta responsáveis por PcD, realizado a cada 15 dias com o apoio da UNIME.

“Tão importante quanto à acessibilidade é a garantia de que esse público tenha acesso à educação, e essa é uma tarefa de todos nós, não apenas dos cuidadores e cuidadoras que atuam nas escolas. A verdadeira inclusão passa pela união de esforços e trabalho conjunto entre escola, comunidade e família, daí a importância de fóruns como esse. Quero parabenizar a todos os envolvidos na organização do evento, e reafirmar o nosso compromisso com a inclusão das pessoas com deficiência, não só na escola, mas em todos os setores e segmentos da sociedade”, ressaltou a prefeita Moema Gramacho.

O primeiro dia do fórum foi dedicado a oficinas para o treinamento e qualificação de professores, cuidadores, alunos e diretores de escolas para que os mesmos tenham mais habilidade para lidar com crianças que tenham autismo, microcefalia, deficiência visual e deficiência intelectual, entre outras. Além das oficinas, também aconteceram apresentações musicais e palestras “O autismo por um autista”, ministrada por Pedro Mendonça, e “Educação: Uma Paixão e Uma Salvação”, com Gilvã Mendes, autor do livro “Aqueles Malditos Olhos Azuis”, lançado durante o evento. 

Com o objetivo de propor, coordenar e orientar ações e políticas públicas para promoção, garantia e defesa dos direitos das PcD, o Movimento Municipal de Luta da Pessoa com Deficiência foi criado em 2015. As reuniões do Movimento acontecem de forma itinerante em instituições parceiras, à exemplo da UNIME, UNINASSAU e SENAI. De acordo com levantamento realizado pelo MMLPcDLF, Lauro de Freitas tem hoje 800 pessoas com deficiência matriculadas em unidades de ensino do município.  

Além da presidente do MMLPcDLF e da prefeita Moema Gramacho, a mesa contou com a participação das vereadoras Naide Brito e Míriam Martinez; da secretária municipal de Educação, Vânia Galvão; do secretário municipal de Juventude, Felipe Manassés; de representantes dos conselhos municipais de Cultura e Educação, e do núcleo de educação especial; da presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da OAB Lauro de Freitas, Camila Mota; da Divisão do Departamento dos Direitos das PcD, além de diretoras de colégios municipais.