Moradores de Areia Branca lotam audiência do Planos de Bairro e apontam prioridades

Por:Laerte Santana
Moradores de Areia Branca lotam audincia do Planos de Bairro e apontam prioridades04/07/2019 17:31 Foto:Lucas Lins

A grande participação dos moradores de Areia Branca na audiência pública do projeto “Planos de Bairro”, realizada na noite desta quarta-feira (3), foi saudada pela prefeita Moema Gramacho como “demonstração de compromisso com o local onde vivem”. Na sétima escuta social do projeto realizado pela Prefeitura de Lauro de Freitas, a comunidade, que lotou o amplo salão da Escola Municipal Edivaldo Boaventura, apresentou as prioridades locais e apontou possíveis soluções. 

Bairro tem como pontos fortes as áreas verdes, as manifestações culturais e a hospitalidade do povo local. Para os próximos dez anos, a comunidade pleiteia escolas de ensino médio e creches, mais transportes públicos, fortalecimento do comércio e outros.

Falta de iluminação, de segurança, serviços postais e bancários, foram problemas citados. Entre as soluções, a atração de empresas para geração de empregos, cursos de capacitação e mais investimentos em políticas públicas.

O Planos de Bairro é uma ferramenta apontada na revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Municipal (PDDM) com o propósito de planejar o município nos próximos dez anos sob o ponto de vista de cada bairro. Para pleitear este projeto, os moradores foram inspirados a pensar sobre o que tem de melhor no seu bairro, os problemas, soluções e como querem a localidade daqui a dez anos. 

A moradora Edna Oliveira foi uma das quatro pessoas escolhidas para serem relatores após a dinâmica em grupos. “Amo Areia Branca e quero que o bairro se desenvolva. Este é o melhor momento para expor nossas necessidades e cobrar da gestão”, disse. O bairro está situado em uma macrozona de expansão urbana como consta no PDDM. Sua área compreende sete quilômetros quadrado, o que equivale a 12,1% do total do município. 

Escola de 2º Grau

Além de ouvir os pleitos, a gestora anotou demandas mais imediatas dos moradores. Uma delas é a instalação no bairro de uma escola de segundo grau. Moema explicou que embora seja competência do Governo do Estado, segue trabalhando para viabilizar a solicitação. “Já me reuni com o secretário de Educação do Estado e solicitei a construção de uma nova escola para atender esta demanda ou que fosse implementado na Escola Amauri Montalvão, no turno da noite, turmas do segundo grau e técnico”, frisou. 

Sobre a reivindicação da isenção do pedágio na rodovia Cia-Aeroporto para os moradores de Areia Branca, a prefeita enfatizou que o diálogo para o cumprimento da norma pela Concessionária Bahia Norte é permanente. Ao falar das obras de esgotamento sanitário, que atenderá 80% da população de Lauro de Freitas, a prefeita sanou dúvidas referentes ao saneamento básico da cidade. Para a saúde, a possibilidade de ampliar o atendimento em alguns postos de saúde para 22 horas foi cogitada.

Para que mais cidadãos participem do processo de escuta social do “Planos de Bairro”, está disponível na página digital -www.laurodefreitas.ba.gov.br/planosdebairro - um questionário com a mesma metodologia da audiência presencial. Na página, o participante poderá contribuir para o planejamento da sua cidade respondendo às perguntas referentes aos pontos positivos e negativos, as soluções e como pensa seu bairro daqui a dez anos.