Proerd comemora 15 anos de ação educativa contra as drogas e a violência na Bahia

Por:Giovanna Reyner
Proerd comemora 15 anos de ao educativa contra as drogas e a violncia na Bahia09/11/2018 19:00 Foto:Lucas Lins

Ao som do Hino Nacional executado pela orquestra da Polícia Militar do Estado da Bahia, mais de 2.500 alunos de 46 escolas públicas e particulares da capital e Região Metropolitana, além do Colégio da Polícia Militar (Salvador), participaram, nesta sexta-feira (9), da formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD), no Centro Panamericano de Judô (CPJ), em Lauro de Freitas. A solenidade marcou os 15 anos de atuação do programa no estado e homenageou a prefeita Moema Gramacho em reconhecimento ao seu apoio e incentivo à execução da ação no município.

“O Proerd e todos os programas que contribuam para evitar que os jovens sejam atraídos para o ilícito terão sempre o nosso apoio”, disse a prefeita, que agradeceu a homenagem.  Durante a solenidade não faltou animação por parte da garotada que respondia, atenta, as brincadeiras de Tio Paulinho, Chiquinho e do grupo de teatro “Juntos e Misturados”.

O momento mais esperado da tarde foi a revelação das três melhores redações que deviam conter a vivência pessoal do estudante com o Proerd. Representando Lauro de Freitas, o estudante da escola Enock Amaral, Micael Santos, que é deficiente auditivo, fez bonito e levou para casa o segundo lugar e como prêmio uma bicicleta. “Eu aprendi muitas coisas com as aulas, hoje penso mais antes de agir e procuro orientar as pessoas que estão em meu convívio”, disse ele usando a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Representando o governador Rui Costa, o comandante Anselmo Brandão avaliou o programa como uma grande forma de prevenção. “O Proerd trabalha no resgate desses jovens para que eles não cheguem a ter acesso às drogas. É um trabalho que envolve a escola, a família e a PM. Com essas ações constatamos uma redução significativa de crianças com envolvimento em práticas duvidosas”, pontuou Brandão. O Programa, segundo ele, alcançou na Bahia nestes 15 anos a impressionante marca de mais de 630 mil crianças, adolescentes, pais e responsáveis formados pelos professores policiais militares em todo o Estado,

Para a pequena Amanda dos Santos Oliveira, de 12 anos, “o programa imprime uma função excelente. O que tem prevalecido, ultimamente, é a cultura da violência, das drogas. Ter um projeto desses dando chance a essas crianças para que tenham uma outra visão de vida nos incentiva a lutar com eles”. Sentimento semelhante ao de Emily Santana, de 10 anos. “O Proerd me deu uma visão maior sobre a vida e foi muito importante para mim”, disse.

Somente este ano em Lauro de Freitas, mais de três mil alunos ouviram durante as aulas do Proerd executadas nas unidades escolares, sobre a importância da família, selecionar bons amigos, dizer não ao oferecimento de substâncias tóxicas e multiplicar seus conhecimentos na comunidade em que estão inseridos. No município as aulas acontecem semanalmente em dez escolas da rede municipal de ensino e em duas escolas particulares. Os instrutores são policiais militares capacitados à executarem as aulas de forma dinâmica e com linguagem adaptada as faixas etárias.

 

Jornalista Giovanna Reyner

Fotos Lucas Lins

ASCOM Prefeitura de Lauro de Freitas

09/11/2018

71 3288 8371

www.laurodefreitas.ba.gov.br