Projeto insere o esporte na rotina de alunos da rede municipal em Lauro de Freitas

Projeto insere o esporte na rotina de alunos da rede municipal em Lauro de Freitas24/03/2018 14:34

Mais de setecentas crianças e adolescentes integrantes do Projeto Formando Vencedores (FV), realizado pela prefeitura de Lauro de Freitas em parceria com o Centro Panamericano de Judô (CBJ), participaram nesta sexta-feira (23) de uma gincana esportiva. Em tendas montadas no lado externo do equipamento a garotada jogou ping-pong, badminton, futebol de salão e se divertiu dançando e cantando com karaokês.

Segundo o coordenador técnico do projeto, Luís Ramarís, a ação é uma estratégia para identificar as potencialidades de cada aluno e direcioná-lo dentro do projeto para as práticas onde ele possa atingir desempenho máximo. Na proposta pedagógica do FV cada participante faz obrigatoriamente o judô e pode escolher entre capoeira, futebol de salão, basquete, vôlei e natação como modalidade complementar. “As aulas duram em média duas horas e acontecem no turno oposto às aulas regulares, sempre as segundas e quintas-feiras”, explicou. Os estudantes também recebem o quimono para o judô e colete para os outros esportes, além de lanche e transporte.

Os alunos estão na faixa etária de 7 a 14 anos e estudam nas escolas do centro da cidade, entre elas a Ana Lúcia Magalhães, Vila Praiana, Enock Amaral, Dom Avelar, Fênix, Itamar Oliveira. Ao todo são dez escolas participantes. “As escolas mais distantes como Caic na Itinga, Vila Nova em Portão, Amauri Montalvão em Areia Branca são consideradas núcleos avançados. Para estas unidades nós levamos nossos técnicos e os equipamentos necessários para oferecer, nestes locais, as mesmas aulas que ofertamos no CPJ”, conta Ramarís.

Empolgada com mais um dia de aula, Mariane Nunes, 11 anos, estudante do colégio municipal Fênix disse que o esporte é seu maior prazer. “Eu fico contando os dias para estar aqui”, disse. Já a iniciante Lívia Silva Café, 11 anos, também da Fênix disse que pretende intercalar natação a modalidade secundária. “Eu curto nadar. Para mim este lugar é uma oportunidade maravilhosa de fazer esportes que certamente não teria oportunidade de praticar. Me vejo nos campeonatos, disputando e trazendo medalhas para nossa cidade”, disse.

Jornalista: Giovanna Reyner

Fotos: José Marcelino