Prefeitura e instituições debatem projeto Universidade de Verão para o município

 
Prefeitura e instituies debatem projeto Universidade de Vero para o municpio

“Queremos fomentar a cidadania, ativar a cultura da paz e ser uma alternativa para turistas e baianos”, afirmou nesta segunda-feira (15) o secretario municipal da Educação, Paulo Gabriel Nacif, durante palestra de apresentação do projeto “Universidade de Verão”, que será implementado em Lauro de Freitas. O encontro está sendo realizado até amanhã (terça-feira, 16), no Centro Panamericano de Judô, com a participação de 12 instituições estaduais, nacionais e internacionais de educação de nível superior.

De acordo com o gestor, a ideia é transformar espaços públicos da cidade em Campus onde serão desenvolvidas atividades de educação superior e básica, de conteúdos amplos, com o objetivo de fortalecer a vertente no município. “Nosso foco é poder expressar a multiplicidade cultural de Lauro de Freitas abrangendo a diversidade sociocultural da Bahia”, complementa Nacif.

A proposta está prevista para ser executada entre os dias 14 e 26 de janeiro de 2018. O projeto será executado em parceria com as universidades públicas federais e estaduais da Bahia e com o apoio dos institutos Mpumalanga e Esporte e Educação gerido pela medalhista olímpica Ana Moser, que também está participando das discussões.

A ação é um vetor do conceito Cidade Educadora adotado pelo município este ano. Nacif explica que dentro dessa proposta o Universidade de Verão é mais uma forma de inserir a educação e conhecimentos em todos os momentos. “Nós não queremos competir com as praias, nem com o carnaval, nós queremos movimentar uma nova forma de ver e aproveitar esse período em que acreditamos que a educação deve estar sempre presente”, disse.

Feliz com a iniciativa, Ana Moser destacou a experiência em projetos parecidos. “Nosso objetivo é contribuir na criação do ambiente educacional no município para realização da Universidade de Verão. Vamos fortalecer a qualificação de professores e gestores iniciada durante a passagem das Caravanas do Esporte e das Artes em Lauro de Freitas. Queremos promover um movimento da instituição formal com a comunitária, tornar o município protagonista neste contexto”.

Lúcia Marisy de Oliveira pró-reitora da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF) se comprometeu a trazer para o projeto o que tiver de mais significativo na instituição. “Nesse universo das contribuições vamos buscar junto a UNIVASF trazer para esse processo educativo oficinas, palestras, workshops com temas atuais e pertinentes para a sociedade neste momento”.

O Universidade de Verão pretende alcançar o maior número de participantes com foco nos turistas que visitam a Região Metropolitana de Salvador no período. Paulo Nacif acredita que este é um novo polo a ser explorado pelo município. “Recebemos em média 2,1 milhões de visitantes oriundos de outros lugares que vem para conhecer nossas belezas naturais. Queremos atraí-los também ao debate para o conhecimento”, finaliza.

Após a abertura, os papeis a serem desempenhados pelas entidades envolvidas na construção da Universidade de Verão foram discutidos em oficinas por grupos de representantes do município, universidades, Estado e instituições. Os resultados serão apresentados nesta terça-feira (16), segundo dia de evento.

Conexões democráticas
para uma cidade educadora

"A Universidade de Verão (Univerão) 2018 tem como tema “Conexões Democráticas para uma Cidade Educadora” e acontecerá de 13 a 21 de janeiro na cidade de Lauro de Freitas. Será um prazer receber a comunidade educativa e participantes em geral dentro da estratégia de ativação dos territórios escolares, visando à construção de uma Cidade Educadora."